domingo, 12 de maio de 2013

Crônica da despedida


Tumblr_mhbhkon4gp1qkww7to1_500_large

Olhei em seus olhos e ele segurou meu rosto entre suas mãos. "Nos vemos em breve", ele disse após beijar minha testa. "Eu te amo! Vai passar rápido", prometeu. E então ele caminhou em direção ao ônibus.
Quando estava quase subindo os degraus, ele se virou em minha direção e retornou para me dar um último abraço antes de partir. "Eu te amo muito", ele disse baixinho, e eu precisei respirar fundo por uns segundos até poder dizer "Eu te amo muito também, amor". Eu sabia que havia uma imensidão de lágrimas por trás do sorriso que eu tentava mostrar, e assim que ele se virou eu as senti estilhaçando sobre meu rosto.
Continuei olhando pra ele através do vidro do ônibus até que o ônibus deu a partida, fui acompanhando até onde meus olhos podiam enxergar.
Entrei no carro e revivi os momentos que precederam a despedida... Como passou rápido! Há poucas horas estávamos juntos, tão perto, tão entrelaçados... agora eu já não o tenho mais ao alcance de minhas mãos. Mas esperarei. Até que retorne, esperarei. Continuarei esperando mesmo quando a dor parecer maior do que eu possa suportar. Ainda assim, esperarei.




2 comentários:

Amor nas Entrelinhas disse...

:'( Difícil...Quando existe amor...esperar é o que nos resta diante de tanta dor... Lindo texto Brenda!!! Jenny!

layane Sousa disse...

Ameiiiii.... perfeitoo!!!